grupo_O INSTITUTO

O Instituto Lina Bo e P.M. Bardi, no início Instituto Quadrante, foi criado em 1990 com objetivo de promover o estudo e a pesquisa em especial nas áreas de arquitetura, design, urbanismo e arte popular brasileira. Com foco em exposições, publicações, palestras e conferências, o Instituto Bardi possibilita o acesso a aspectos relevantes e pouco conhecidos do pensamento e da produção artística e cultural do país.

Lina Bo e seu marido Pietro Maria Bardi foram responsáveis por intervenções relevantes no cenário cultural Brasileiro. Pietro estruturou o MASP e investiu na profissionalização da área no país.  A arquiteta Lina atuou em diferentes áreas como design, educação, cinema, moda, meio ambiente.

Casa de Vidro, a primeira obra construída da arquiteta italiana naturalizada brasileira Lina Bo Bardi, tornou-se um ícone da arquitetura moderna e representa de forma atemporal o pensamento inovador e modo de vida do casal: simples, engajado, recheado de diversidade, possibilidades e beleza.

A Casa de Vidro, projetada em 1950 e tombada pelo CONDEPHAAT como patrimônio histórico em 1987, abriga, hoje, a sede do instituto e o acervo do casal Bardi.

Assim como o pedido de tombamento configurou-se como uma ação de preservação de um projeto para a posteridade, outra ação do gênero surgiu em 1990, quando o casal fundou o Instituto Quadrante, destinado a manter a memória de seu projeto cultural. De acordo com a ata de assembleia geral de constituição do Instituto, ocorrida na casa em 03 de maio daquele ano, estavam presentes Pietro, Lina, D. Graziella Valentinetti, irmã de Lina, Fábio Luiz Pereira Magalhães, Modesto Souza Barros Carvalhosa, José Mindlin, Renato Requixa, Renato Magalhães Gouveia. Os objetivos do Instituto seriam desenvolver atividades culturais e estudos relacionados com a história da arte e da arquitetura, fazendo da casa a sua sede.